español   français   english   português

dph participe la coredem
fr.coredem.info

rechercher
...
dialogues, propositions, histoires pour une citoyenneté mondiale

Diálogo virtual com a saúde

Um projeto de extensão a distância na universidade brasileira

Marcio VIEIRA DE SOUZA

04 / 2009

Este projeto visou adaptar o (AVA) Ambiente virtual de Aprendizagem (TELEDUC) atualmente utilizado pela UNIVALI- Universidade do Vale do itajaí, em Santa Catarina, Brasil, para cursos de extensão a distância em parceira com outras instituições da sociedade civil. Esta experiência foi realizada para promover a educação para a saúde, formando cidadãos capazes de reflexão e ação sobre as questões gerais da saúde preventiva. Como objetivo específico, esse projeto realizou um curso de extensão piloto, via EaD (educação a distância), de informação sobre DST/AIDS (Doença Sexualmente Transmissíveis), promovido pelo GAPA-SC (Grupo de Apoio e Prevenção a AiDS) e UNIVALI. Este trabalho foi fruto de um projeto de extensão universitária selecionado e aprovado em edital de extensão da UNIVALI (2004/2005) e contou com a participação do professor Márcio Vieira de Souza como orientador e coordenador e da aluna do Curso de Fisioterapia Tatiana Lia Nasi como bolsista e monitora.

As doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) e especialmente a AIDS, se transformaram num dos grandes problemas de saúde pública do final do século vinte e início deste milênio. Este é um dos grandes desafios na área de saúde e pesquisa científica das próximas décadas para a humanidade, especialmente nos países periféricos onde a doença se alastra rapidamente.

Não é necessário muita argumentação para justificar a importância de cursos de educação para a saúde, especialmente na área de DST/AIDS. Este projeto de cursos de extensão promovidos pela UNIVALI e GAPA -SC foi particularmente importante por se realizar no litoral Estado de Santa Catarina, onde a doença é particularmente grave, e por utilizar uma metodologia pedagógica contemporânea que utilizou ferramentas de última geração para a educação à distância, disponibilizando informações rápidas e sempre atualizadas.

Atualmente as tecnologias de informação e comunicação (TIC), ou « tecnologias da inteligência”, expressão utilizada por Pierre Lévy, para conceituar as novas formas de comunicação, estão provocando inúmeras transformações no mundo contemporâneo, criando novas relações culturais e com elas novos estilos de vida, formas de consumo, tanto de produtos como da informação. Essas transformações também modificam o papel da educação, no sentido de incorporar o uso destas tecnologias no âmbito escolar.

A evolução do potencial dos recursos informatizados na área da educação, com o aumento da velocidade, capacidade de memória e utilização de recursos gráficos dos computadores, tem colaborado para sua popularização. Além disto, a queda brusca dos custos dos equipamentos de informática, aliada ao desenvolvimento das telecomunicações e de sistemas de educação a distância, como a videoconferência, e, ainda a criação de produtos multimídia e hipermídia, tem tornado a informática acessível ao grande público e atraído uma parcela significativa de pessoas, especialmente crianças e jovens, o que, por si só, justificaria a sua utilização como recurso na aprendizagem escolar. Curso de educação para a saúde realizado via Internet, foi uma experiência de extrema utilidade para formação e informação dos cidadãos que dele participaram , rompendo barreiras de classe social , idade e distancia geográfica.

O curso teve, além do público de Santa Catarina, usuários da Internet de outros estados e regiões do Brasil (Pernambuco, São Paulo, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro) e poderia ter de qualquer parte do mundo. Bastava ter acesso a internet para ter as informações do curso em português realizado pela UNIVALI com apoio do GAPA-SC de forma totalmente gratuita.

A metodologia deste projeto de extensão foi baseada em uma metodologia aplicada, quanto a sua natureza, pois tentou, a partir de necessidades concretas de informações sobre um problema de saúde pública, produzir e difundir técnicas e conhecimentos para a aplicação de práticas dirigidas à solução de problemas específicos, que envolveram racionalidades e interesses regionais e locais. Mas como o curso era público, aberto e gratuito também serviu para as necessidades de outros cidadãos brasileiros interessados nesta temática e informações.

O Projeto foi coordenado pela UNIVALI, a partir seu Departamento de Educação à distância, sediado na Grande Florianópolis no campus de Biguaçu. O projeto foi supervisionado pelo GAPA-SC. As atividades foram desenvolvidas por um professor e um tutor com a colaboração do corpo técnico-administrativo da instituição. Após a realização do curso foi feita uma avaliação com as instituições envolvidas e planejada as adaptações, melhorias e as ampliações para futuros cursos de EAD como extensão na mesma linha do Projeto Diálogo com a Saúde. Esta iniciativa partiu de um professor-pesquisador que participou como projeto de uma seleção interna para conseguir uma bolsa para uma aluna poder participar do trabalho.

Para se ter uma idéia das dificuldades e dimensões das atividades que envolvem uma iniciativa como essa, relatamos a seguir as contribuições das entidades envolvidas neste desafio de criar uma experiência de extensão, de educação a distância na área de saúde.

A UNIVALI :

  • Apoio de profissionais (professores e técnicos) e uso dos equipamentos disponíveis nos Laboratórios de Informática da UNIVALI e hospedagem do site pelo Servidor da UNIVALI. Manutenção e execução do AVA (TELEDUC) e dos cursos a distância.

  • Cobertura das despesas com manutenção do equipamento e materiais de consumo e reposição;

  • Apoio estratégico e técnico de formação e pedagogia dos cursos de EAD.

O GAPA-SC :

Entidade voluntária que mobilizou o trabalho de DST/AIDS. Fez a supervisão e deu apoio ao trabalho e ao conteúdo dos cursos à distancia e que junto com a UNIVALI, respaldou e deu credibilidade quanto a metodologia de educação para a saúde junto ao terceiro setor.

Assim, com a criação, lançamento e efetivação deste modelo, a partir deste curso-piloto de educação para a saúde.

Para ser ter uma idéia da dimensão e quantidade das atividades que um projeto de extensão em EaD como este demanda, abaixo descrevemos algumas atividades realizadas por apenas um pesquisador e uma aluna bolsista durante o processo do curso e sua elaboração:

Foram realizadas as seguintes atividades referentes ao projeto de construção do curso:

  • Elaboração dos 4 módulos (apostilas impressas com os conteúdos do curso)

  • Reuniões com o GAPASC na sede do GAPA para avaliar o conteúdo e fazer as devidas correções dos módulos pela equipe do GAPA;

  • Coleta de material para o curso cedido pelo GAPA (livros, folders, jornais, revistas…);

  • Realização de relatórios trimestrais entregues a UNIVALI;

  • Contatos para a escolha de duas pessoas consultoras da área da saúde para auxiliar nos “Chat” (debates ao vivo via Internet) previamente agendados, bem como orientações e esclarecimento de dúvidas no decorrer do curso;

  • Encontro com os formadores do TELEDUC da informática de Itajaí para orientação/treinamento sobre as ferramentas do AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem);

  • Seleção dos alunos inscritos no curso, já que número de inscritos (75) ultrapassou o número de vagas disponíveis (60);

  • Diagramação dos módulos 1, 2, 3 e 4 conforme modelo da EAD- UNIVALI;

  • Reunião para realizar a 2º chamada do curso: Montagem de um texto para os alunos interessados e envio de mensagem a todos, totalizando em 57 participantes;

  • Pesquisas na Internet de textos, fotos, artigos e sites interessantes para inserir no material de apoio do curso;

  • Monitoramento do curso diariamente;

  • Avaliação das questões colocadas no fórum de discussão ao final de cada módulo;

  • Realização de 2 chats em horários diferentes,

  • Elaboração do trabalho final do curso solicitado aos alunos;

  • Entrega do material disponibilizado pelo GAPASC para consulta na sede do GAPA e dos módulos à coordenadora da entidade;

  • Participação nas reuniões do GEAD-UNIVALI (Grupo de pesquisa em Educação à Distância), coordenadas pelo prof. Márcio Vieira de Souza, 10 reuniões.

  • Monitoramento da entrega dos trabalhos finais;

  • Coleta dos dados pessoais dos alunos para preenchimento dos certificados de extensão;

  • Avaliação do curso e dos trabalhos finais;

  • Elaboração e envio dos certificados de extensão;

  • Avaliação do projeto e relatório final.

Mots-clés

éducation, formation à distance, accès à l’éducation, droit à l’éducation, enseignement supérieur


, Brésil

Commentaire

Este projeto foi de grande relevância, importância e responsabilidade social. Foi um veículo de divulgação e de construção de conhecimento em um meio eletrônico, de baixo custo, com ações realizadas a favor da saúde, da educação e inclusão social. Sendo assim, além do público de Santa Catarina, pode atingir qualquer usuário da Internet.

Este curso foi particularmente interessante, quando realizado em 2003, por sua originalidade. Foi uma experiência precursora, porque foi um curso de extensão totalmente virtual, que utilizou um AVA (Teleduc) e teve como parceiro uma ONG da importância e relevância social do GAPA-SC (Grupo de apoio aos portadores de AIDS) e por ser totalmente gratuito. Para nós que participamos desta iniciativa foi também uma experiência válida como aprendizado, que teve uma repercussão social na mídia (jornal e Internet) e serviu como laboratório para outros projetos de extensão futuros.

Source

Site Internet de Univali Virtual

Universidade do Vale de Itajai (Programa de Mestrado em Gestão de Políticas Públicas da UNIVALI-SC (PMGPP-UNIVALI)) - Rua Uruguai, 458- Itajaí- Santa Catarina, BRASIL CEP: 88302-202 - Brésil - www.univali.br

contact plan du site mentions légales