español   français   english   português

dph participe la coredem
fr.coredem.info

rechercher
...
dialogues, propositions, histoires pour une citoyenneté mondiale

Entrevista com Celso Schröder

Marcio VIEIRA DE SOUZA, Renan BERNARDES

07 / 2008

TEXTO

Na luta pela a democratização da informação, encontramos diversas entidades sociais que estão engajadas na questão e pressionam o governo para que se manifeste de maneira pontual no que tange ao direito da comunicação. Há porém, pessoas que são de suma importância neste episódio e, assim como esses movimentos, conseguem propor grandes idéias e gerar debates a respeito deste tema. Uma dessas personalidades é Celso Schröder, coordenador do Fórum Nacional pela a Democratização da Comunicação (FNDC) e Secretário Geral da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ). Na opinião de Celso, em uma entrevista dada a FENAJ, no momento em que Luis Inácio Lula da Silva estivesse em exercício, teria-se um momento oportuno para que se realizassem políticas em prol da democratização da comunicação, pois existe um monopólio de interesses privados no setor.De acordo com Schröde “Um novo marco regulatório, o controle público sobre o sistema e a reorganização destes meios são alguns objetivos a serem buscados por qualquer governo que se pretenda democrático”.Um dos caminhos para chegar a esses objetivos é, de acordo com ele, a distribuição equânime das verbas publicitárias publicas. Porém, o coordenador do Fórum alerta que “não é possível confundir verbas publicitárias, que devem ser usadas com critérios absolutamente editoriais de audiência e circulação, com políticas públicas de sustentação do segmento público e estatal ou ainda de áreas que são socialmente relevantes.”. O FNDC e a FENAJ, são entidades que vêem ajudando a fazer essa distinção, e a organizar a futura Conferencia Nacional pela a Democratização da Comunicação que possibilitará debate envolvendo a sociedade. Neste sentido, Celso acredita que “Uma Conferência pode ser o melhor ambiente para isto, quando, então, todos nós poderíamos escolher as medidas que acharmos necessárias. Só a idéia de que a democratização da comunicação é necessária já é uma vitória para aqueles que vêm lutando há décadas pela reorganização do sistema”. Além da Conferência, que seria somente um passo inicial para este propósito, deve-se atentar para propostas que viabilizem a participação de toda a sociedade para que seja dada perspectiva nacional a este tema.

Mots-clés

mouvement social, rôle des médias, influence des médias


, Brésil

Commentaire

Surge a pretensão de que seja realizada, de forma urgente, a 1° Conferência Nacional de Comunicação, como um caminho necessário para democratização da informação e enfim o alcance pleno do direito a informação garantido constitucionalmente. A integração de movimentos sociais que ajudem nesta discussão para que esse assunto se torne algo efetivamente publico é premente.

Notes

É gratificante observar que além desse movimento social que busca a democratização da comunicação, existem pessoas como Celso Schröder, ligadas a esta luta. Assim como ele, deve toda a sociedade deveria se vincular a questão, para que os esforços efetivem ações, buscando a democratização da informação. Aproveitar momentos de mudança social, como a inclusão da TV digital, para divulgar este propósito é algo oportuno e que pode gerar uma maior repercussão na sociedade, exigindo assim medidas mais concretas por parte do governo.

Source

Entretien

SCHRODER, Celso.www.fenaj.org.br\

Universidade do Vale de Itajai (Programa de Mestrado em Gestão de Políticas Públicas da UNIVALI-SC (PMGPP-UNIVALI)) - Rua Uruguai, 458- Itajaí- Santa Catarina, BRASIL CEP: 88302-202 - Brésil - www.univali.br

contact plan du site mentions légales