español   français   english   português

dph participe la coredem
fr.coredem.info

rechercher
...
dialogues, propositions, histoires pour une citoyenneté mondiale

A cooperativa de Reforma Agraria dos Trabalhadores Sem-Terra de Santa Catarina

(La coopérative de réforme agraire des travailleurs sans terre de Santa Catarina)

Cristiana TRAMONTE

08 / 1993

No dia 26/10/91, no Assentamento 30 de Outubro, Campos Novos, estado de Santa Catarina, Brasil teve lugar um acontecimento fundamental para a organizacao dos trabalhadores rurais: a Assembleia Geral de Fundacao da Cooperativa Central de Reforma Agraria de Santa Catarina que congrega associacoes e cooperativas de agricultores assentados do Estado: Associacao 25 de Maio (Sao Miguel do Oeste); de pequenos produtores de Uniao do Oeste (Matos Costa)e Uniao da Vitoria (Anchieta); Cooperativas de Producao Agropecuaria Nova Sociedade (Abelardo Luz); Uniao do Oeste (Dionisio Cerqueira); 30 de Outubro (Campos Novos).

Segundo o representante da entidade Luis Carlos Dartora, os objetivos da Cooperativa Central sao: coordenar compra e venda de insumos agricolas e produtos agropecuarios, garantir sistema de transporte e armazenamento, prestar servicos nas areas de assistencia juridica, contabil, financeira, comercial; organizar unidades de producao agroindustrial de acordo com os interesses dos filiados; representar os mesmos perante orgaos e entidades publicas e privadas; contribuir para o desenvolvimento da pesquisa agropecuaria; proporcionar as entidades filiadas participacao nos montepios, seguros e assistencia social. Segundo ainda Dartora, e fundamental o apoio das entidades publicas e privadas no sentido de contribuir para a implementacao do projeto. Faltam recursos para esta proposta nova que surge como um desafio para os agricultores assentados.

Durante o ato de fundacao, estiveram presentes representantes da direcao nacional do Movimento Sem-Terra, representantes de 18 estados do pais, alem dos representantes do Uruguai, Paraguai e Chile; tambem se fizeram presentes o representante da Secretaria de Agricultura do Estado, da prefeitura de Campos Novos, da Escola Nacional do Movimento dos trabalhadores Sem-Terra, e a deputada do Partido dos Trabalhadores , a agricultora Luci Choinaski. A assembleia aprovou a direcao da Cooperativa .

Mots-clés

paysan, milieu rural


, Brésil, Santa Catarina

Commentaire

Esta Cooperativa representa um passo fundamental na luta dos Trabalhadores Sem-Terra. Organizados, sua forca social cresce, abre possibilidades e coloca em cheque a politica agraria injusta e excludente. Conscientes destas possibilidades, os trabalhadores rurais organizaram a assembleia plena de momentos emocionantes como o desafio* entre agricultores do sul e do Nordeste do pais que culminou com a conclusao de que " vamos unir o sul e o norte para nois faze a Reforma Agraria". O dia foi finalizado com um almoco e uma festa de confraternizacao celebrando este avanco das lutas dos trabalhadores rurais do estado e do pais.

Notes

* desafio= estilo de cantoria popular em forma de dialogo provocativo no qual os versos vao s e sucedendo as vezes durante horas.

Source

Présentation d’organisme

TRAMONTE, Cristiana, DIALOGO CULTURA E COMUNICACAO in. PIXURUM, 1991/11 (BRASIL), 26

Dialogo Cultura e Comunicacao - Rua Dep. Antonio Edu Vieira, nr.65, apt. 204/D, Bairro Pantanal, Florianópolis-SC, BRASIL - Brésil - mvsouza (@) univali.br

contact plan du site mentions légales