español   français   english   português

dph participe la coredem
fr.coredem.info

rechercher
...
dialogues, propositions, histoires pour une citoyenneté mondiale

Os Pesquisadores Populares de Fortaleza e suas trajetórias de luta

A história de Ana Lúcia Bié

(Les chercheurs populaires de Fortaleza et leurs trajectoires de lutte L’histoire de Ana Lucia Bié)

Abelardo COELHO

09 / 1996

Começando aos 15 anos de idade, a participar do Movimento Popular, Ana Lúcia deixou de ser uma pessoa acomodada para lutar por melhores condições de vida dentro do bairro de Parque Santa Maria, periferia de Fortaleza. Esta necessidade de luta nasceu do descaso das autoridades públicas em resolver os casos mais urgentes das pessoas. Participando do Movimento, ela teve conflitos com seus pais que não aceitavam vê-la se sacrificando tanto, ao ter outras obrigações de adolescente a cumprir. "Estudava e participava dos grupos de jovens, não tinha tempo nem para a alimentação", diz ela. Hoje, como participante da direção da Grande Associação dos Moradores do São Cristóvão, bairro onde habita atualmente, ela continua acreditando na luta por benefícios através da entidade. A falta de conscientização da comunidade é um problema que ainda não conseguiu superar.

Para reforçar seus trabalhos e a comunidade, ela resolveu participar do Curso do Planejamento Urbano e Pesquisa Popular, aproveitando o espaço para aprender mais com os companheiros. Os assuntos mais interessantes do curso foram: aprender a fazer uma planta baixa, entender melhor o que é uma ONG e a questão da urbanização da cidade. Entendeu a grande finalidade de cada órgão e seus interesses, alguns com interesses próprios, outros com interesse de desenvolver o movimento.

Dentre os conhecimentos adquiridos, Ana Lúcia destaca os que aplicou na comunidade como a questão da cooperativa e associação de produção com o galpão escola. Fubdaram a Associação dos Confeccionistas e Artesãos do Conjunto São Cristóvão.

Mots-clés

Brésil, Fortaleza

Notes

Esta ficha foi elaborada a partir do questionário avaliativo da Escola de Planejamento Urbano e Pesquisa Popular do Cearah Periferia.

Entrevista com BIE, Ana Lucia

Source

Entretien

CEARAH PERIFERIA

CEARAH PERIFERIA (Centro de Estudos, Articulação e Referência sobre Assentamentos Humanos) - Rua Carlos Vasconcelos, 1339, Aldeota CEP: 60115-170 Fortaleza-CE-BRASIL - Tel: + 55 0(xx)85 3261.2607 - Fax: + 55 0(xx)85 3261.8754 - Brésil - www.cearahperiferia.org.br - cearahperiferia (@) cearahperiferia.org.br

contact plan du site mentions légales