español   français   english   português

dph participe la coredem
fr.coredem.info

rechercher
...
dialogues, propositions, histoires pour une citoyenneté mondiale

VII Encontro Nacional da Associaçao Brasileira de Video : descentralizar e democratizar a comunicaçao no Brasil

(VII rencontre nationale de l’association brésilienne de vidéo : décentraliser et démocratiser la communication au Brésil)

Cristiana TRAMONTE

03 / 1993

O VII Encontro Nacional da Associacao Brasileira de Video Popular(ABVP)ocorreu no dia 2/11/92, em Belo Horizonte, capital do estado de Minas Gerais. Cerca de 80 associados de todo o pais participaram do evento, fazendo propostas de estruturacao da entidade, definindo metas para o trabalho do ano e avaliando experiencias. A estrutura atual da ABVP consta de 5 regionais: Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Cada Regional possui um conselheiro de ambito interestadual e um coordenador estadual. O objetivo desta descentralizacao e a democratizacao da entidade e fortalecimento atraves das parcerias com movimentos sociais, grupos organizados e pessoas - produtores e utilizadores do video em todo o pais.

Durante o Encontro discutiu-se as propostas em torno das diretrizes basicas da Associacao: capacitacao, informacao, distribuicao e planejamento.

Em capacitacao, a ABVP continuara desenvolvendo seu programa de formacao que inclui Oficinas Basicas de video e Oficinas de Metodologia de Uso do Video, alem de cursos tecnicos de aprofundamento mais especificos. Este programa tem sido desenvolvido em parceria e tem representado um apoio infra-estrutural e social importante para grupos, movimentos e organizacoes nao-governamentais.

Quanto a informacao, a ABVP tem buscado alargar os horizontes do seu boletim para uma revista, ampliando a participacao do leitor na elaboracao das pautas, no relato das experiencias com video, apontando solucoes tecnicas criativas, etc. Para isso, conta com a participacao das Regionais e enfrenta o desafio da periodicidade.

Para incentivar e dinamizar a distribuicao a ABVP apoiara a criacao de videotecas regionais na proporcao de uma por estado. Ja estao sendo implantadas as videotecas dos estados de Santa Catarina, Parana e Rio Grande do Sul.

Dentro da perspectiva da luta em torno da aprovacao do projeto de Lei da Informacao Democratica, abrem-se novas possibilidades para as TVs independentes. Por isso a ABVP vai lutar para implantar cinco TVs comunitarias - uma por regional - que, alem de atuarem como TVs de exibicao em espacos coletivos poderao tambem se transformar em emissoras de Tvs locais. A ABVP reivindicara o uso social do satelite para articular este conjunto de emissoras locais numa rede nacional de Tvs comunitarias. O objetivo e valorizar tracos culturais do povo brasileiro e evitar a massificacao das Tvs comerciais atuais. O desafio e trabalhar com a opiniao publica respondendo tambem aos anseios da populacao local e dos grupos e movimentos com os quais ja se trabalha. O ganho e, evidentemente, a possibilidade de comunicacao do local para o nacional de fatos que normalmente nao seriam divulgados na midia tradicional.

A luta da ABVP pela democratizacao dos meios de Comunicacao ira buscar reforcar a campanha de assinaturas de apoio, esclarecer sobre o projeto de lei (com materiais pedagogicos, realizacao de seminarios nacionais e regionais, distribuindo cartazes, etc.)

O proximo Encontro Nacional da ABVP ocorrera em Olinda, Pernambuco, buscando dar continuidade a intencao de ampliar os espacos, evitando o isolamento social e geografico e a enfase sera dada a questao das Tvs comunitarias.

Mots-clés

vidéo


, Brésil, Belo Horizonte, Minas Gerais

Commentaire

A Associacao Brasileira de Video Popular e a mais antiga associacao do genero na America Latina. Esta nova estrutura baseada na regionalizacao, implantada a partir de 1991, abre as portas para a autonomia dos grupos e para a maior participacao organizada dos produtores e utilizadores do video popular. Isto e fundamental neste momento quando o que se busca e aliar a chamada "producao local" de carater comunitario (que sempre caracterizou o video popular no Brasil)a tarefa da formacao da opiniao publica em ambito nacional que sao as possibilidades que se abrem a partir da nova Lei da Informacao democratica. Atuar a nivel micro e macro e o desafio do momento atual que vive a Associacao.

Notes

Ficha traduzida em frances, MFN 3728.

Source

Articles et dossiers

TRAMONTE, Cristiana, ASSOCIAÇAO BRASILEIRA DE VIDEO POPULAR; DIALOGO-CULTURA E COMUNICACAO, ASSOCIACAO BRASILEIRA DE VIDEO POPULAR in. VIDEO POPULAR, 1992/11. (Brazil), N.16

Dialogo Cultura e Comunicacao - Rua Dep. Antonio Edu Vieira, nr.65, apt. 204/D, Bairro Pantanal, Florianópolis-SC, BRASIL - Brésil - mvsouza (@) univali.br

contact plan du site mentions légales