español   français   english   português

dph participe à la coredem
fr.coredem.info

rechercher
...
dialogues, propositions, histoires pour une citoyenneté mondiale

Arte Comunitária na escola do Centro comunitário da Rua Dois, na Rocinha

(Art communautaire à l’école du centre communautaire de la rue Deux, à Rocinha)

Clarice LAENDER, Tereza BREDARIOL

06 / 1997

A escola do Centro comunitáio da Rua Dois, na Rocinha, vem desenvolvendo, durante o ano de 1997, um trabalho de expressã artística nas áreas de teatro, música e artes plásticas. Estudantes dessas áreas se dispuseram voluntariamente a realizar atividades práticas de forma lúdica, informal e dinâmica com os adultos de primeira a quarta série.

Nós, alunas da Escola de Belas Artes da UFRJ, ficamos encarregadas pelas atividades de artes plásticas. O trabalho foi iniciado após a visita à exposição de Monet, no Museu Nacional de Belas Artes, quando os depoimentos dos alunos serviram de base para uma primeira experiência. Situamos o pintor dentro da história da arte, na tentativa de ampliar seus conhecimentos e suas possíveis visões frente à arte. O estudo da cor, com a possibilidade de desprendimento da forma, sua mistura (cores primárias dando origem às secundárias), luminosidade e pinceladas foram abordados de forma geral e livre, sem imposições.

Procuramos sempre utilizar materiais acessíveis e alternativos como: pigmentos vegetais (beterraba, folhas, urucum, etc)e cola para produção de tintas; revistas, jornais e retalhos em colagens; tentando aproximar os diversos recursos existentes em sua realidade.

Os exercícios propostos buscavam estimular a criatividade, aguçando e enriquecendo a percepção visual e a aceitação da linguagem expressiva de cada um. O resultado gerou um belo livro que fala da vida na favela, uma estória contada e ilustrada por eles com a nossa orientação.

Gratificadas!!

Mots-clés

éducation populaire, éducation


, Brésil, Rio de Janeiro

dossier

Stimuler la systématisation d’expériences pédagogiques

Notes

Através do insentivo à produção e leitura de fichas de capitalização de experiências pedagógicas, a rede BAM pretende favorecer a um processo de formação continuada junto a coletivos de educadores de jovens e adultos (hoje, existentes nos estados do Rio de Janeiro e Pernambuco). Está apoiado numa metodologia que valoriza a autoria e promove a interação entre educadores de diferentes contextos.

Source

Texte original

SAPÉ (Serviços de Apoio à Pesquisa em Educaçào) - Rua Evaristo da Veiga, 16 SL 1601, CEP 20031-040 Rio de Janeiro/RJ, BRESIL - Tel 19 55 21 220 45 80 - Fax 55 21 220 16 16 - Brésil - sape (@) alternex.com.br

contact plan du site mentions légales