español   français   english   português

dph participe la coredem
fr.coredem.info

rechercher
...
dialogues, propositions, histoires pour une citoyenneté mondiale

Soja e ‘Cha-Cha’

Luc Vankrunkelsven

09 / 2005

Lembranças de infância!

Sou hóspede de Sonja e Herwig, em Bruxelas. A enésima onda de calor está diminuindo. Sonja preparou uma deliciosa refeição: salada de arroz com frango, mangas e bananas. Nesse aconchegante jardim em Bruxelas sinto-me transportado para o clima brasileiro.

Dois frangos no galinheiro percebem nosso entusiasmo. Eles não entendem exatamente o que está acontecendo.

A história da globalização numa balinha

Ao final da refeição, Sonja pergunta se queremos chá ou café. Herwig vai buscar ‘Cha-Cha’. ‘Cha-Cha’: lembranças comuns de nossa infância. Foi uma das primeiras balas de chocolate nas décadas de 60 e 70. Depois veio toda a seqüência de ‘Mars’, ‘Bounty’, ‘Leo’ e tantos outros doces. No Brasil, temos o’Choquito’, ‘Sonho de Valsa’ e ‘Prestígio’. Atualmente podem ser encontrados, em abundância, nas máquinas de venda automática nas estações. Mas vamos falar um pouco da ‘Cha-Cha’. No verso da embalagem é reproduzido – em poucas palavras – o que ocorreu em termos de globalização nos últimos 30 anos.

Quando nós, enquanto jovens escoteiros, degustamos ‘Cha-Cha’ pela primeira vez, era um produto de Herentals. E o que vemos agora, em letras minúsculas, no verso?

“LU is a company of the DANONE GROUP, Made in Belgium, LU, De Beukelaer, Pareinlaan 1, Herentals. [LU é uma empresa do GRUPO DANONE, Feito na Bélgica, LU, De Beukelaer, Pareinlaan 1, Herentals]”

Toda a história está resumida aqui, mas poucos ainda se lembram: originariamente ‘Cha-Cha’ era da empresa familiar Parein; Parein foi adquirida por uma empresa familiar maior De Beukelaer; De Beukelaer, por sua vez, foi incorporada à LU francesa; e atualmente, LU é uma empresa da multinacional francesa Danone.

Danone também opera no Brasil. Isto não é mencionado na embalagem, e sim: “contém trigo, leite e soja.”

Sonja come um pedacinho de Côte d’Or, chocolate belga de KRAFT, melhorado por Kraft-Itália. Verdadeiro chocolate belga feito com 100% manteiga de cacau e a inevitável lecitina de soja.

Há muito para aprender à mesa, mas será que o consumidor médio ainda consegue acompanhar a história dos grandes incorporadores? Aliás, a história ainda não terminou: recentemente Pepsi-Cola tentou adquirir Danone!

Cha-Cha’? Não: Chu Chu!

No Brasil existe o chuchu, uma cucurbitácea que se espalha na copa das árvores a vários metros do solo. Pode representar uma renda adicional simples na Agricultura Familiar.

Até segunda ordem, o chuchu ainda está na mão dos agricultores. Familiares!

Ainda bem que Danone não trabalha com sementes. É o negócio central do setor de sementes e produtos químicos. Portanto, agricultor, cuide de seus gansos e de suas sementes.

Não dá para fazer monocultura de chuchu. Se bem que, nunca se pode ter certeza.

Esperemos que o Grande Capital, que Monsanto não prenda o chuchu em suas garras.

Mots-clés

multinationale, monoculture, soja

dossier

Navios que se cruzam na calada da noite: soja sobre o oceano

Notes

Esse texto foi tirado do livro « Navios que se cruzam na calada da noite : soja sobre o oceano » de Luc Vankrunkelsven. Editado pela editora Grafica Popular - CEFURIA en 2006.

Source

Livre

Fetraf (Fédération des travailleurs de l’agriculture familiale) - Rua das Acácias, 318-D, Chapecó, SC, BRASIL 89814-230 - Telefone: 49-3329-3340/3329-8987 - Fax: 49-3329-3340 - Brésil - www.fetrafsul.org.br - fetrafsul (@) fetrafsul.org.br

Wervel (Werkgroep voor een rechtvaardige en verantwoorde landbouw [Groupe de travail pour une agriculture juste et durable]) - Vooruitgangstraat 333/9a - 1030 Brussel, BELGIQUE - Tel: 02-203.60.29 - Belgique - www.wervel.be - info (@) wervel.be

contact plan du site mentions légales